Bem vindos a minha " Aldeia Blogal " !


"O Diabo mora nos detalhes"...


2 de junho de 2011

RaJaDaS De UmA PaiXão...


Amores vêm e vão como o vento!
Alguns nos descabelam, nos tiram o fôlego,
nos deixam sem ar...
Outros são serenos, tranquilos,
tal qual brisa do mar...
Todos deixam rastros,
por vezes estragos, por vezes afagos...
Não há como evitar, muito menos negar,
que um dia todos partirão!
Mas há os que ficam no coração,
de onde nunca mais sairão...
Tu vieste como a fúria de um tufão
Caí indefesa nos braços da paixão
Mergulhei fundo no tesão
Perdi a razão
Fui toda emoção
Escravizei meu coração!
Muitas vezes disse não,
outras tantas rendi-me à sedução;
e novamente tua,
por mais de uma ocasião!
Passaste como um vendaval
e seguiste teu curso natural,
sem se dar conta de que junto contigo
carregas o meu coração!


Helô Müller
26/abr/09

10 comentários:

MM - Lisboa disse...

Lindo poema!

Vilmar Barros de Oliveira disse...

Amores são assim... como vinho, alguns só nos embriagam e nos dão paz e serenidade, outros dão tanta dor de cabeça...
Amanhã é outro dia e vamos abrir outra garrafa.
Beijo grande.

ST disse...

Que bom é deixarmo-nos envolver por uma paixão violenta.. tipo tufão.
Beijos

Poeta69 disse...

E ficou a tatuagem...

Bianca M. disse...

Oi, He... Que lindo!
Faz tempo que não apareço nos comentários, desculpa...
Ando sem tempo mesmo, mas sempre estou aqui no seu blog.
Que lindo poema, hein?
Entendo perfeitamente esse tal amor, rs.
Beijos Doces.

Simplesmente disse...

adorei...

Anônimo disse...

LÔ, muito, muito bom o que vc escreveu. Ma-ra-vi-lho-so!!!
Beijossss
Glória

Anônimo disse...

Devidamente degustado e degustando.

Um anônimo marmanjo... :)

Bjs

Flávia Martino disse...

Adorei Helo bjo

Flávia Martino disse...

Adorei Helo bjo