Bem vindos a minha " Aldeia Blogal " !


"O Diabo mora nos detalhes"...


13 de março de 2011

"Marilyn's" PerDiDas...



"Marilyn's" PerDiDas...


Há mulheres que passam pela vida e só conseguem viver suas metades!
Normalmente são mulheres desejadas e cobiçadas pela maioria dos homens do planeta, mas que nunca reconhecem, em si mesmas, o seu Eu pleno!...
Em meio ao glamour, ao turbilhão de flashes, spots, escravidão à mídia, paparazzis desvairados seguindo seus passos, vão se perdendo, cada vez mais, na exacerbação de si mesmas!
Quanto mais cedem, se vendem e se submetem aos intensos apelos, mais se perdem da sua totalidade e continuam apenas na sua metade, muito aquém do seu real valor!
São mulheres tão frágeis, tão perdidas e tão carentes de sua auto estima, que pensam que acharão, através da admiração e desejo que despertam no outro, o acesso àquela sua outra metade, que a despeito da abundância de sorrisos, caras e bocas... estão cada vez mais a distanciarem-se de si mesmas!
A sua "Marilyn interior" chama-se amor próprio!


Helô Müller
2009

6 comentários:

Francisco disse...

Será que as tais gotinhas de Chanel No 5 adiantavam mesmo?? rss

Beijãozão, garota!

Blue disse...

Pois é bem verdade, embora até acredite que algumas é por opção mesmo.

Beijo

Activ23 disse...

very nice blog ...exchange links? -...visit http://tepartoenocho.blogspot.com

Luna Sanchez disse...

Opa, sou íntima da minha!

Gatona, saudades enormes de ti!

Beijo, beijo.

Américo do Sul disse...

bela visão... Apropriada e exata...

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ®/Heleno Vieira de Oliveira disse...

Viagem e palavras

Muitas vezes esse teu olhar
Que vem de cima do cabeçalho
Vem como um raio, lightning
É tão forte que me assusta
Traduz tudo que de ti leio
Voracidade e distancia, alheio
Fico pensando num sorriso, meio
Daqueles que não foram para mim
Onde de passagem resvalei-o
Mas me encanta até teu silencio
A importância é que posso e leio
Os teus escritos não só de soslaio
Mas uma vez se solto, foi quando
De vestido vermelho, me veio
E a inspiração, foi aturdida, receio
Que de ti não tenho uma palavra
Mesmo que seja no meio da viagem
Que tu tenhas belas paragens

Ulisses Reis®
15/03/2011

Para Helô Muller