Bem vindos a minha " Aldeia Blogal " !


"O Diabo mora nos detalhes"...


3 de dezembro de 2010

QuEM Foi QuE DiSSe QuE ENveLHeCeR É BoM??



ATÉ AQUI tudo foi muito rápido!
De menina à mulher, aconteceu num piscar de olhos!
Tumultos, enganos, infância e adolescência conturbadas, desilusões colossais, traições inesperadas, términos repentinos, recomeços necessários, insucessos afetivos, perdas de entes queridos, despertares “na marra”, novas ilusões, novos sonhos, algumas conquistas, alguns fracassos, trabalho duro até os 48 anos - aposentadoria...
E daí em diante, o mergulho nos astros, com o estudo da Astrologia, e, atualmente, "só querendo poetar"!
Enfim, tudo isso e muito mais, sou eu, até o momento!
Vivi todo o apogeu da beleza física, ainda que acompanhada de um enorme despreparo emocional!...
E agora? Quanto ainda me resta?
Quanto tempo ainda resta pra desfrutar do bagaço da laranja?
A carcaça, para todos nós, pobres mortais, deteriora a olhos vistos, quando nos vemos acima dos 50... é duro, mas real !
Não há botox, lifting, fraxel, spining, maquiagem, fotoshop, escova progressiva, que evite o desgaste do esqueleto, da pele e da imagem!
Aos privilegiados, talvez atenuar, mas jamais evitar!!
Em contrapartida, passamos a enxergar com muito mais clareza, a beleza de dentro, que foi sendo elaborada nesse árduo passo a passo, até aqui!

- Deus que me perdoe, mas me parece que sofrer bonita seja bem mais agradável, do que continuar a saga, já sem o viço de outrora, né não?!... -

Fico a me perguntar, de que nos adianta ter adquirido um saber, se os lucros advindos deste aprendizado - que agora poderiam nos levar a abraçar o mundo e o desfrutarmos à altura de nossas experiências, desejos e prazeres - chegam junto com as evidentes limitações inerentes ao avanço da idade?
Quem disse que é bom, ou que seremos poupados do purgatório, se humildemente nos resignarmos ao peso e limitações da 3ª,4ª e 5ª idades??
Qual nada, admitam que isso é puro engodo!!!
Queremos é VIVER, e não somente SOBREVIVER!
VIVER é bom demais, sabemos disto, mas daí a dizer que é uma “magavilha” ingressar na fase do ônibus de graça, na fila menor do banco, nas vagas especiais dos estacionamentos... há uma grande diferença!!
O que acontece, na realidade, é que não há outra saída, isto sim!
Temos de engolir este sapo indigesto, que é a velhice, e pronto!
Mas quem de nós não gostaria de manter o corpinho de outrora com a cabecinha de agora?
Quem não gostaria de reencontrar ex amores, ou recomeçar, sob nova direção, pendengas mal resolvidas do passado?
Será que um tímido "NÃO" de outrora, não se tornaria num sorridente e light “SIM à la Pagodinho”, de agora?
Será que não seríamos menos exigentes conosco e mais adeptos do hino: “Deixa a vida me levar... vida leva eu”!
Será que não teríamos deixado de lado, birras e ridículas ceninhas de ciúmes broxantes, por uma garantida noite de sexo animal?
Será que não teríamos aberto mão de "orgulhos desmedidos", que, ao final, não nos trouxeram nada de benéfico, que justificasse tal privação sofrida, à época?
Em quantos momentos, lá no passado remoto, ficamos a ver navios, cheios de falsa prepotência, simplesmente porque fomos tomados por uma onda de intransigência imatura?
Será que faríamos isso de novo?
Evidente que nem todas as decisões do passado nos trouxeram arrependimentos, é claro, existiram momentos em que não nos restava outra opção: - Era matar ou morrer! “No out”! E fim de papo! -
Mas, VIVER é tão bom que os seres humanos vão se adaptando e criando mil desculpas que justifiquem as desgraças que vão se sucedendo ao longo da vida!
A qualquer perda emocional, nos convencemos de que foi melhor assim...
Se um ser querido nos é arrancando precocemente, dizemos ter sido melhor pra ele, pois agora está ao lado de DEUS, e, de quebra, ainda se encontrou com os parentes falecidos, e demais “ blá blá blás” , que todos nós já sabemos!

[ E que por sinal, não nos esqueçamos que não existe nada de concreto ou científico, que nos “afirme verdade alguma” após a morte... Todas as ”afirmativas” são meras especulações baseadas tão somente nas crenças pessoais de cada um! E nada mais que isso! E não me venham com churumelas e muito menos cataquese, please !! Me poupem... Cada um que conviva com o seu “Deus escolhido”, e pronto!! ]

Por vezes, após um derrame ou acidente, que deixem sérias seqüelas na parte motora do infeliz, dizemos: "Ahh, mas pior seria se ele tivesse morrido!"
E por aí vai...
Ninguém quer largar esse osso bom que é ESTAR VIVO!
Na verdade VIVER é um barato! É uma dádiva que nos é ofertada, mas que a qualquer momento nos é retirada, e muitas das vezes da forma mais cruel e injusta, possíveis...
Vivamos o melhor que pudermos, mas admitamos que o ônus da velhice nos custa caro por demais!
Sem hipocrisia, gente! Mas não me venham com esse papo de que cara enrugadada é bonito, por favor!!!
Isso é papo pra boi dormir!

O que é bonito é termos sobrevivido até a cara enrugar...
O que é bonito é termos tido o privilégio de viver a vida o máximo de tempo possível!
O que é bonito é não nos tornarmos amargos e ressentidos...
Resumindo: -
VIVER é muito bom, mas ENVELHECER não!!!
Envelhecer e morrer é o preço que pagamos por viver!
Mas vale a pena pagarmos esse preço, sem dúvida alguma!!
Concordam?


Helô Müller
2008

15 comentários:

Glória disse...

A-DO-REI!!!

VIVER é muito bom, mas ENVELHECER não!!!
Envelhecer e morrer é o preço que pagamos por viver!

Assino cheques, assino embaixo, assino em cima, ao lado, onde vc quiser, irmã!!!!! Papo sério, né não?!
Concordo com o seu desabafo.
Demais!! Êta mulher danada!rs
Beijos
Eu

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Helô, concordo contigo, deixemos de hipocrisia, mas envelhecer não é bom, não.

É a lei da vida é certo, mas toda a deterioração da nossa carcaça é frustrante e preocupante, enquanto pessoas lúcidas.

Enfim, é gozar a vida em toda a plenitude, é isso que tento fazer.

Belo post H.

Beijo(TE)

Francisco disse...

Concordo com vc. Essa história de envelhecer com dignidade, com sabedoria, e experiência, é conversa fiada!
Ainda bem que isso não se aplica à nós dois, né não??? rsss
Somos garotos que há meio século atrás foram fabricados com o que há de melhor. Na maternidade, gravaram em algum ponto dos nossos corpos "Prazo de validade indeterminado". Basta usar com moderação...rss
Resumo da ópera: Você continua cada dia mais linda, interessante, e inteligente!
Enjoy, menina Helô!!!
Beijos sabor Jujuba...! Ilarilarilariiê...ô ô ô!!

ALFKLEIN disse...

Basta aceitar a vida como ela é, envelhecer é conseqüência.Se soubermos administrar isso a vida se torna bela e agradável.
O segredo é se aceitar e ignorar os conceitos de envelhecimento.

Sophi (para os íntimos) disse...

Hello,sem duvida este foi teu melhor post,a sinceridade imbatível,a realidade nua e crua sem confetes...
Você tem toda razão,outro dia conversando com uma amiga ela disse que o pior de tudo é o corpo não corresponder a mente,ela pensa como uma menina de dezoito e o corpo não corresponde,está surdo aos comandos por estar beirando os sessenta!
é amiga,nosso único consolo é saber que todo mundo de um jeito ou de outro enrugará!!!

beijoooo Te adoro

LEO disse...

Mas nao tem como! envelhecer e da vida...entao vamos com dignidade!
BJSSS
LEO
Boa semana procê!
No blog Concorra DVD
1. temp da série Californication!

Luna Sanchez disse...

Texto corajoso, coisa de quem dá a cara a tapa, diz a que veio, mostra que tem opinião e chama para a briga! Adorei, Helô!

Para encurtar caminhos em conversas acabamos ligando no automático e repetindo coisas com as quais nem sempre concordamos e teu post faz refletir também sobre essa questão.

Nua de pudores, de meias verdades, de teorias bobas, é assim que te vejo e admiro.

Concordo com tudo : envelhecer é o preço por viver. Que paguemos aproveitando bem, então.

Beijos, querida. Sou tuã fã e tu sabe disso.

ℓυηα

Helô Müller disse...

Sophi e Luna!!

Taí, duas mulheres jovens, talentosas e bonitas... e que sabem das coisas... E como sabem!...
Admiro muito vcs..... lindas e sábias mulheres!!
Beijos nas duas!!
Helô

Paco Bailac disse...

Salud y cariño

Paco

Dilberto L. Rosa disse...

Quanta amargura, cara Helê! Sei que é difícil para uma bela mulher como você ver os sinais da idade batendo à porta, mas daí a ver tantos lados ruins disso... Que bom que o final do texto foi um tantinho mais brando...

Rugas e pelancas são ruins, mas o pior é a falta de lucidez ou de saúde! Para uma pessoa safa como você, envelhecer dá pra tirar de letra! E olha, pra uma coroa gata e gotosa assim, fica mais fácil ainda!

Tenho um bom amigo de 82 anos que sempre me diz "Envelhecer é mesmo uma merda"... Mas é que ele se arrasta com dificuldade pela casa, com vários problemas de nervos e o escambau... Garanto que estaria cagando para rugas e afins se gozasse de boa saúde... Acho que ese é o pior momento, quando a máquina falha e começa a pifar...

Siga vivendo com a mesma intensidade poética e sexual com que conduziste tudo até aqui: mulheres fortes são sempre mais interessantes que mocinhas do corpão, garanto a você!

Beijo grande!

ErikaH Azzevedo disse...

Eu vejo beleza numa cara enrrugada, e não me recrimine por isso, não vejo beleza sexual é claro, mas vejo beleza que disperta ternura, doçura.
Sou enfermeira e os pacientes que mais gosto de ter são idosos e crianças....

A casca enruga sim , mas o sumo se aprimora.

Não tenho medo de envelhecer, não o corpo...só o espirito, quero morrer carregando uma criança dentro de mim.

Quero ter a certeza de ter vivido tudo que pude viver, ter tocado, experimentado, chorado , aprendido...evoluido! E saber sim que só não envelhece aquele que morreu antes...

Adorei teu texto, um desabafo e tanto...não sei se tens 50 ou mais anos, mas uma coisa te digo tua sensualidade, tua força de vida, de garra, tua vontade de viver é que irá fazer de ti sempre uma menina.

Bjo meu querida.

Erikah

Inside Me disse...

dá medo envelhecer, a gente aprende a conviver, mas ficar feliz pq ta ficando velho, nunca vi... bjs, flor

Helô Müller disse...

Obrigada pelos carinhosos comentários de todos!!

Quando me referi às agruras da velhice, não me restringi só às rugas! O enfoque pretendeu ser bem maior, já que as limitações da velhice não se limitam apenas à aparência! Referi-me aquele tipo de velhice, em que a memória é abstraída, como Mal de Alzheimer, por exemplo... referi-me à perda da mobilidade, ou seja, não conseguir mais andar... referi-me à falta de autosuficiência, e consequente limitação à higienização pessoal, obrigando o uso de fraldas e a necessidade constante de um acompanhante... E por aí vai! Perdi meu pai e minha mãe, num curto espaço de 1 ano e meio, e ambos partiram em condições similares as citadas....
Enfim... quem consegue envelhecer, tendo como limitação apenas o 'físico', pode considerar-se um privilegiado, não é mesmo?
Gostar de pessoas idosas, como eu também gosto, não nos livra das agruras de nossa própria velhice, um dia!... Ainda que tal sentimento seja fundamental aos seres humanos, sem dúvida alguma!
Beijos ainda jovens, porém madurinhos!! rs

Helô

ErikaH Azzevedo disse...

Sim amora,concordo mesmo contigo, em tudo que aqui disseste....com o que complementaste teu post.

Bjinhos nocê menina linda....e lembre o sabor certo, o sabor exato, o melhor sabor é o maduro..hehehe

Erikah

Sophi (para os íntimos) disse...

Agora que vi tua resposta Hello,somos teu espelho!
Obrigada pelo carinho lá no meu,amo teus comentários!!

beijo enorme