Bem vindos a minha " Aldeia Blogal " !


"O Diabo mora nos detalhes"...


29 de agosto de 2010

EnTre Minhas PeRnas...







Entre minhas pernas se esconde um pântano, úmido, quente, fértil, cheira à fêmea e cio, e engole os incautos que se aproximam, nele submergem, e não podem mais ser resgatados...
Entre minhas pernas dormem segredos e sussurros, gemidos e gritos abafados, que vez por outra são ouvidos à distância.
Entre minhas pernas habitam ânsias de lábios grossos, uma língua que se enrosca e uma boca faminta de respostas.
Entre minhas pernas termina o desfiladeiro de minhas coxas e começa a colina de meu ventre.
Entre minhas pernas eu sinto a vida fluindo.
Entre minhas pernas eu começo e acabo meu dia.


Patricia Antoniete

10 comentários:

Mulher Abstrata disse...

Helô, este teu bom gosto
na escolha da imagem
e o casamento perfeito com as palavras
me deixa babando ao te ler

beijokas dona lindezaaa

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ®/Heleno Vieira de Oliveira disse...

Helô saudades de ler voce , e fico aqui esperando e que teu domingo seja maravilhos e inpirador, beijos !!!

wcastanheira disse...

Um poema forte, ávido de tesão, uma linguagem clara, sem ser obcena e sê obcena? Q mal faz se na vida tantas obcenidades são cometidas e explícitas de Brasília ao extremo deste país, linda, linda sua postagem, pra vc bjos, bjos e bjosssssssss

Lena disse...

Helô,
lindo este poema!
BJOS
Lena

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Uauu!!!que poema maravilhoso!!!amo ler seu blog...amiga vc.está de parabéns!!!desejo á vc.um domingo cheio de amor!!!beijos no seu core!!

LEO disse...

mas com todos esses encantos nao pode deixar escondido!
tem que mostrar...e...
bjssss
LEO

Conde Vlad disse...

Aí, sabe o que me fez lembrar este poema? O início da minha sexualidade ainda antes dos 10 anos. Foi quando eu comecei a ter noção de sexo entre macho e fêmea.

Eu brincava com as coisas, e sempre me escondia em um canto e na minha imaginação os bonecos interagiam, mais eu não tinha idéia do que era sexo.

E o legal é que na minha imaginação de menino o homem deveria entrar dentro da mulher e se aconchegar, e ela deveria abraça-lo.

Viu que bonitinho a imaginação de um menininho? rsrs...

Beijão Helô.
Conde.

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Um pântano? Já lhe ouvi chamar muitos nomes... certamente é um pântano muito perfumado, certo?

Bjos do pantanal, rs

Deni Maciel disse...

entre suas pernas há um paraiso *-*
lindo texto querida!...

abraços
até um dia.
e feliz dia do rádio com AM e toca-fitas...

ErikaH Azzevedo disse...

Uma preciosidade esse texto...levo-o comigo pro meu abú d epreciosidades.

E pra ti deixo este:

Entre pernas guardas:
casa de água
e uma rajada de pássaros.
-- Olga Savary

Um beijo Helê querida.

Erikah