Bem vindos a minha " Aldeia Blogal " !


"O Diabo mora nos detalhes"...


11 de abril de 2010

... MaS Do TeU CoRpO, ADoRO CaDA PoRo



Dizem que o amor é cego,
não nego,
por isso te abro os olhos:
não tenho bens nem alqueires;
eu não sou flor que se cheire;
nem tão boa cozinheira
-bem capaz que ainda me piches por só comer sanduíches-
minha poesia é fuleira;
tenho idéias de jerico;
um cio meio impudico,
como as cadelas e as gatas;
às vezes me torno chata,
por me opor ao que comtemplo,
sei que sou péssimo exemplo,
por pouca coisa me grilo;
talvez por mim percas quilos;
eu não sei se valho a pena;
iguais a mim há centenas...
desejo-te ser sincera.
Mas no fundo, o amor espera
que grudes qual carrapicho:
são tão grandes meu rabicho
e minha paixão por ti,
que não estão no gibi !
Ao te ver, viro pamonha,
sem ação e sem vergonha;
o meu ser inteiro goza.
Por isso, pra encurtar prosa,
do teu corpo,
cada poro, eu adoro adoro adoro...

Leila Mícollis

6 comentários:

Glória Müller disse...

Oi irmã!!!
Poooxa, que diabo de amor mais impuro que deixa qualquer um inseguro!
Mas ela foi sincera, escrachada, despudorada. Só não é boa cozinheira, mas acho que os homens não se importam com isso se eles tiverem uma pamonha BOA!!!!rsss
Beijos, LôLô querida. Vc está em Teresópolis?

Hanna Brescia disse...

Ahhhhhhhhhh
Helô que arraso de texto e fotografia
Como sempre seu BLOG é um desbunde de lindo.
Minha fonte de inspiração..
Aliás a família MÜLLER tem o dom de nos impressionar com tanta beleza e bom gosto.
Beijokas da Hanna

LEO disse...

Adoro passar aq e me deliciar com os textos e as fotos!
BJSSS
LEO

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi amiga! Essa é o tipo de mulher perfeita, depravada, despudorada, e principalmente transformada em pamonha. A ilustração é belíssima, em especial os reflexos da aliança que ela tem na mão direita. Rsrs.

Bela escolha amiga. Parabéns!

Beijos e ótima semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Paco Bailac disse...

Magnífica sensualidad...
Optima vida para tu espíritu

Paco

Luna Sanchez disse...

Ah, que charme essa sinceridade toda, Helô! Nada é mais atraente em alguém do que, simplesmente, ser, né?

E o fim ("o meu ser inteiro goza") abona tudo o que veio antes.

;)

Beijo, beijo.

ℓυηα