Bem vindos a minha " Aldeia Blogal " !


"O Diabo mora nos detalhes"...


5 de março de 2010

Eu Sou, PeRmiTo-Me !






O que me compõe é tudo o que minha alma já viveu.
É tudo o que meu corpo já sentiu.
É o que eu me lembro, sonho, sinto:
amores, dores... medos, vícios.
É o que eu crio para mim, e o que eu tiro...
Desmorono...
E o que fica é só o verdadeiro:
Componho-me.

O que me habita é tudo o que eu consinto.
Tudo que é intrínseco, eu convivo.
Todos os “eus” me habitam
e todos eles gritam...
Fugas, fogueiras, fuzuês...
Habitam-me todos os sexos...
Crenças, cores, quereres...
E eu não fujo:
Habito-me.

O que eu conheço é o que eu busco
E eu busco só o total...
O que toca fundo, o que tem sentido.
Meio termo, meio passo, meio vivo;
O meio me faz mal.
Quem não se conhece aceita qualquer coisa...
Não conheço o caminho, mas hei de seguir...
Não sei do mundo, mas sei de mim:
Conheço-me.

O que eu permito é tudo que me eleva.
Se não engrandece, não me acrescenta: desce!
A luz e a sombra me somam, me mostram, me são.
Sou o doce e o veneno, não há o que escolher...
Verso e inverso, yin-yang, eu me completo.
Não me tiro:
Permito-me.

Tudo que minha alma já viveu me compõe
E o que me compõe habita em mim
E o que habita em mim, eu conheço
E o que eu conheço eu permito
E o que eu permito, é.
Eu Sou.
Permito-me!


Carolina Salcides

4 comentários:

Blue disse...

Permitimos....... e sofremos.
É assim..... simples.
Conheçemo-nos, sim e aguentamos firmes.

Sempre linda imagem aqui, doces, sensuais, tocam fundo minh'alma!

Beijos

Luna Sanchez disse...

Dossiê pessoal : adoro essas coisas, essas considerações todas...fazer isso é meu passatempo preferido!

Beeeeijos.

ℓυηα

wcastanheira disse...

Um belo sinalzinho na parte superior da boquinha, q boquinha, pra vc bjos, bjos e bjosssss

Luxuria disse...

Permitimos sempre...e sofremos


Beijo de luxuria