Bem vindos a minha " Aldeia Blogal " !


"O Diabo mora nos detalhes"...


13 de fevereiro de 2010

SauDaDe ENGoLE A GeNTE...




RiMAs PaRA Um FiM


Nosso caso chegou ao fim e está a doer demais em mim!
Chorarei noites sem fim...
Meu mal foi só ter dito sim!
Tão encantada fiquei que até esqueci de mim...
Nada fazia sentido sem ter você colado em mim!
Fui uma vampira... isto sim!
Sem querer, suguei de ti todo o amor que me tinhas pra dar!
A paixão medonha, cada dia mais te levava era pra bem longe de mim!
Fui duas mulheres em uma só:
A que te amou e a que te roubou de mim!


Helô Müller

9 comentários:

Poeta69 disse...

Temos esse problema: o de dizer sempre que sim!!!
Ah mas é bom dizer que sim, mesmo que no final fique um vazio, mesmo que no final não tenha valido tão a pena; mas mesmo assim dizemos que sim.
Bom Carnaval minha amiga.

c.a.r.l.u.s. disse...

dizer sim sempre é um risco
mas impossível viver sem se arriscar assim.

Amei o poema, lindíssimo!
bjos

wcastanheira disse...

Vc é d+++ só isso, feliz carnaval e...venha ainda mais quente após a folia, bjos, bjos, bjosssss

Jaque disse...

Uau! Me vi em seu texto!

Hanna Brescia disse...

Lindo demais..
Viu que formatei o final??
Helô ,
para vc tiro meu chapéu..
Parabéns sempre
Noite de muito Beijo
hehehehe
( isso não foi brincadeira..rs)

Jaime Piedade Valente disse...

aposto que ele não a merecia

Paulo Tamburro disse...

HELÔ, fala sério: Você sempre foi
mesmo, de sugar tudo, e sempre possessivamente.

Concorda?

Então, minha singela e preferida autora, quem sabe o cara não se sentiu meio "sorvete" ou "caldo verde", com você sugando-lhe aqueles fiapos de couve, de maneira muito rápida ou barulhenta?(rsrs)

De repente, o cara era, também , muito religioso e fundamentalista e quando viu que estava ao lado de duas mulheres, juntas e misturadas, sendo contrário a bigamia, caiu fora!

Esta afirmação de você ser duas em uma , é de sua própria autoria.

Eu até, HELÔ, achei interssante esta dupla possibilidade, tipo dois-em-uma,afinal nem no Cirque Soleil ví tanta fartura, enfim...

Fica triste não,pois é carnaval e as praças , as ruas, as avenidas e os salões, estão cheios de outros palhaços.

À propósito HELÔ, você me considera um palhaço? (rsrs)

rm disse...

Não vou repetir que você tem sido a autora que mais gosto de ler aqui... Mas então era um ménage? rss

Luxuria disse...

...Saudade é amar um passado que ainda não passou,
É recusar um presente que nos machuca,
É não ver o futuro que nos convida...


Beijo de luxuria