Bem vindos a minha " Aldeia Blogal " !


"O Diabo mora nos detalhes"...


4 de julho de 2009

Não se come uma mulher...


Não sou adepto de enxergar o mundo como se fosse a primeira vez, muito menos enxergar o mundo como a última vez. Não caio na conversa fiada de estréia e de despedida. Despedir não é terminar - é procurar iniciar de um jeito diferente.
Sou homem do durante. Do meio. Do decorrer. Nada contra quem pensa o contrário, mas é um pouco de soberba inaugurar ou fechar o mundo.
Quando se ama uma mulher, é preciso a safadeza, a vontade sem pudor, o desejo diabólico, a tara. Não se conter, não se represar. A ânsia, a violência e a obsessão são permitidas. Mas tudo será grosseria, desacompanhada da pureza.
Pureza é autenticidade. Não fingir, não disfarçar, não dizer o que não está sentindo. Já ouvi muito que sexo não é seguir a cabeça e deixar as coisas acontecerem. Sexo seria não pensar. Não concordo, sexo não é inconseqüência, é conseqüência da gentileza. Conseqüência de ouvir o sussurro, de ser educado com o sussurro e permanecer sussurrando. Perder o pudor, não perder o respeito. Perder a timidez, não perder o cuidado.
Sexo é pensar, como que não? E fazer o corpo entender a pronúncia mais do que compreender a palavra. Como se não houvesse outra chance de ser feliz. Não a derradeira chance, e sim a chance.
Uma mulher está sempre iniciando o seu corpo. Toda a noite é um outro início. Toda a noite é um outro homem, ainda que seja o mesmo. Não se transa com uma mulher pela repetição. Seu prazer não está aprendendo a ler. Seu prazer escreve - e nem sempre num idioma conhecido.
Ela pode ficar excitada com uma frase. Não é colocando de repente a mão na coxa. Ela pode ficar excitada com uma música ou com uma expressão do rosto. Não é colocando a mão na sua blusa. Mulher é hesitação, é véspera, é apuro do ouvido.
Antever que aquelas costas evoluem nas mãos como um giz de cera. Reparar que a boca incha com os beijos, que o pescoço não tem linha divisória com os seios, que a cintura é uma escada em espiral.
É comum o homem, ao encontrar sua satisfação, recorrer a uma fórmula. Depois de sucesso na intimidade, acredita que toda mulher terá igual cartografia, igual trepidação. Se mordiscar os mamilos deu certo com uma, lá vai ele tentar de novo no futuro. Se brincou de chamá-la de puta, repete a fantasia interminavelmente. Assim o homem não vê a mulher, vê as mulheres, e escurece a nudez junto do quarto.
Amar não é uma regra, e sim onde a regra se quebra.
Não se come uma mulher, ela é que se devora.


Fabrício Carpinejar

15 comentários:

Glória Müller disse...

MEU DEUSSSSSS, HELÔ, QUE COMPETÊNCIA DESSE HOMEM!!!! MARAVILHOSO!!!! ESTOU ESTARRECIDA E ORGULHOSA... POR TER LIDO ESSA MARAVILHA, E AINDA, ESCRITA POR UM HOMEM... POR UM HOMEM, SÓ NÃO!!... POR UM "SÁBIO BELO HOMEM"... COMO ESSE DANADO SABE EXPLICAR... EU O ASSISTI LÁ NO JÔ SOARES E ACHEI ELE ÓTIMO, MAS NÃO ESPERAVA TANTO... AMEI! VOU COLOCAR UM POUQUINHO LÁ NO MEU BLOG, POSSO? PLEASE, PLEASE, PLEASE, PLEASE, PLEASE...
PARABÉNS PELA ESCOLHA DO TEXTO, ESTÁ DEMAISSS... BEIJOS

Blue disse...

Mulheres são conquistadas,
depois disso tudo acontece,
apenas com as duas vontades,
aliadas...

Beijos

Momentos disse...

Só para complementar e é meramente pessoal como opinião..."uma mulher não se come...degusta-se". Digo eu.
beijo ;)

rm disse...

Não?!

Bem, se por acaso beber-se, me vê uma dose dupla, on the rocks... rss

Thiago Maia disse...

Helô, obrigado pelos elogios sobre minha personalidade. Acredito que idade á algo relevante sobre conhecimento; o que realmente importa é a intensidade [na leitura, nos amores, mas experiências vividas e assistidas].

E esse texto é maravilhoso, os homens [generalizando] aprenderam a banalizar a mulher, a pensar como um todo, não sabem cativar, não sabem manter aqueles laços preliminares de conquista [olhares, gestos, pequenas atitudes...], são esses detalhes que vão apaixonando o ser, fazendo com que ela sinta falta disso quando o cara fica um dia sem dá sinal de vida... Tesão, amor, não é só contato físico nem visual, apenas o fato de pensar, de lembrar, já é algo estimulante... Uma simples mensagem pro celular, uma ligação de madrugada, um bilhete deixado debaixo da porta já conquista a admiração... Afinal, nesse mundo com tantas regras, ser original é um ótimo diferencial.

Beijos lindona, se cuida e ótimo final de semana!!!

Ricardo Soares disse...

demorei mas vim agradecer sua visita simpática... vi que vc apareceu mais de uma vez lá em casa e eu não estava ... vc disse que me linkou ??? kd ??? hehe ...kisses

{Nanda}_FX disse...

Helo!!!!!!!!!

amei!!!!!
"amar nao é uma regra e sim onde a regra se quebra...
Nao se come uma mulher, ela é que se devora".......

demais...

beijos e bom final de semana

Anônimo disse...

Quando eles pensam que nós só queremos ser comidas, estão enganados, nós queremos devorar essa paixão sem medida, esse amor sem regras.

Não queremos fazer amor só por fazer, sem emoção, sem tesão, queremos mais, e alguns não percebem,

EDER RIBEIRO disse...

Simplesmente ele foi estupendo. Bjos.

Tetê disse...

Helô,

pegou lá no fundo!! bem no ponto K da questão...

E me deixou sem palavras!!


Bjusssss

¿ ɐɥɔoɹ ɐןoןן disse...

Estou apaixonada aiai....
se definição existe o my god!!!
moça to te seguindo xeros...

Christi... disse...

Perfeito, que homem degustável. rs
Ah, que maldadezinha sadia.

Xero !!!!

Paulo Tamburro disse...

"Não se come uma mulher", corretíssimo, mulher é para degustar!

O texto, realmente é excelente e gostaría,no entanto de fazer algumas, breves observações: Quando o emérito e competente escriba diz que "A ânsia, a violência e a obsessão são permitidas", trata-se do reviver de vidas passadas animalescas.

Na realidade os primata hominídeos, habitantes das cavernas, ao possuirem suas fêmeas o faziam , por trás (na frente) e, em geral,arrancavam-lhe chumaços de cabelos, com as mãos e a boca!

Então,saiam saltitantes,pelas savanas e a possuida, através
daquela"grosseria e desacompanhada da pureza "deitava-se quietinha na espera dos longos nove meses de gestação.

Hoje, tal conduta, seria punida pela LEI MARIA DA PENHA, mesmo que o pretexto tenha sido , meramente poético(rsrs).

Continua o ilustre, filhote das Organizações Globo de televisão:

"Pureza é autenticidade.
Não fingir, não disfarçar, não dizer o que não está sentindo ".

Ora,exigir todas estas virtudes de uma mulher, certamente é pensar que está vivendo o conto "Alice, no País das maravilhas ".

Vou contar um epsódio rápido acontecido comigo.

Saí com uma amiga e na hora do rala-e-rola , ela fico
estratégicamente,
por baixo (vocês já vão entender) eu, lógico por cima, ouvindo os seus ai,ai,ui,ui.

Percebia que ela puxava fortemente meu ombro para baixo e levantava a cabeça, por cima dele.

Disse oara mim, mesmo: que performance,espetacular estou tendo!

Só que num determinado ,momento
ela paraou de fazer ai, ai, ui, ui e continuava a puxar meu ombro para baixo e cada vez,esticava mais
a cabeça por cima dele, quando de repente virei-me para trás,ví aquele imenso bigode no Tarciso Meira na televisão,pois ela na verdade,estava vendo, por cima do meu ombro a novela das oito.

Portanto, vamos amá-las realisticamente!

Mr. Almost disse...

Não come?... Rss... Ai, não, não come!

Eu como e gosto! Adoro! Rsss..


(Esse Fabrício, gaúcho, pinta a unha, sabia?)

Eu, hein?...

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

MARAVILHOSOOOOO!!!!!!!!!!!!ESSE POETA É DIVINOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!COMO LE NÃO TEM!!!HEHEHEHEHEHEHEHEHE!!!AMIGA ESTÁ DE PARABÉNS EXCELENTE TEXTO.AMEIIII!!BEIJOS MEUS!!!